“De onde emergem os nervos”

Um dos exercícios que mais tenho praticado nos últimos tempos é o de tentar me manter no agora. Observar meu corpo e seu tônus foi um dos caminhos que venho experimentando através da Eutonia, da dança, do Yoga.

“De onde emergem os nervos” já existia há algum tempo enquanto projeto, mas tomou corpo imagético apenas este ano. Me interessa a anatomia viva e os sentidos como extensão dos olhos. Sou fisgada pelos maravilhosos desenhos dos primeiros anatomistas e pela beleza das descobertas daquela época.

Compartilhar meus primeiros resultados nesta exposição é um grande presente pra mim, quando espero aproveitar intensamente a visita de cada um de vocês. Estão todos convidados!!

Using Format